Tango4Women

Com a participação especial dos bailarinos de tango Sónia Aires e Paulo Bernardo

Data Hora
Sáb 25 Fev 21:30

Outras informações

Público
M/6
Músicos
Ilda Coelho, guitarra baixo
Ivana Dimitrievic Vilela, violino
Sónia Leitão, guitarra
Veronique Marques, acordeão
Nádia Roseiro, piano

Tango4Women

Com a participação especial dos bailarinos de tango Sónia Aires e Paulo Bernardo

O Tango nasceu nos subúrbios de Buenos Aires (Argentina) e, ainda que não exista muita documentação sobre a sua origem, pensa-se que este género musical, tenha sido criado para ser dançado por dois homens, explicando-se assim o seu estilo tão próprio, onde as caras raramente se tocam nos olhares.
O tema deste concerto é a Música de Astor Piazzolla que na sua época, revolucionou o Tango, criando novas formas como o “Nuevo Tango”. Piazzolla conciliou a tradição e a modernidade, fundindo o Tango com o Jazz e com outras linguagens, destacando-se pelo seu estilo tão característico e idiossincrático.
Neste concerto viajaremos por sonoridades que nos levam mais além, desde ao sentimento mais profundo e triste até ao lugar onde a felicidade rejubila, num enorme espectro de sentimentos. Segundo Enrique Discépolo, “o tango é um pensamento triste que se pode dançar”.

As Tango4Women dispõem de um repertório vasto, percorrendo também outros géneros e trilhos musicais, passando pela música do mundo.


Cinco Mulheres que têm em comum a paixão e o amor pela Arte, juntam-se com o intuito de fazer música. Docentes na Escola de Música do Orfeão de Leiria, com uma vasta experiência pedagógica e performativa, partilhando vivências, decidem em 2018 criar um grupo de Câmara onde
pudessem dar largas à realização de um projeto direcionado para um estilo muito próprio.
A escolha recaiu sobre um estilo originalmente criado apenas pelos e para os homens – o Tango, numa visão de sensibilidade feminina.

A partir desse momento participam em vários festivais, destacando-se o Festival Música em Leiria, o FestAmbo, assim como outros momentos musicais marcantes. Individualmente, todas possuem uma intensa vida performativa.

 

ESPETÁCULO APOIADO PELA DGARTES/ RTCP