Pedro Diogo – Primeiro Amor | Um monólogo de Samuel Beckett

26º ACASO Festival Internacional de Teatro 2021

Data Hora
Sáb 23 Out 21:30
Público
M/12
Info
Tradução: Francisco Luís Parreira
Direção: Rui M. Silva
Interpretação: Pedro Diogo
Conceção Plástica: Brigite Oleiro
Desenho de Luz: Rui M. Silva
Produção: Pedro Diogo
Apoio Técnico: João Branco Cordeiro

Pedro Diogo – Primeiro Amor | Um monólogo de Samuel Beckett

26º ACASO Festival Internacional de Teatro 2021

(Portugal)

 

“Primeiro Amor” é um conto de Samuel Beckett, autor consagrado com um Prémio Nobel da Literatura.
Uma narrativa na primeira pessoa com as condições perfeitas para ser interpretada em monólogo teatral, um texto muito desafiante, raras vezes representado no panorama teatral português.
Apresenta-nos um homem solitário, com problemas de sociabilização bastante peculiares, senão bizarros.
Num monólogo intimista, dirigindo-se diretamente a quem o escuta, a personagem revela os aspetos mais profundos da sua alma e da sua vivência mundana, num discurso trágico-cómico típico de Beckett.
É um ser especial, “fora da caixa”, que nos conduz pela sua primeira (e talvez única) experiência amorosa, provocando no espectador empatia e cumplicidade.
“O nosso problema é falar com as pessoas”, ironiza num texto que se dirige claramente às Pessoas, à Humanidade, não obstante a sua afirmação de que “as pessoas são verdadeiramente estranhas”.
Uma surpreendente história, de ritmo ágil, favorável à imersão no jogo do intérprete na sua partilha com o público.
Teatro feito olhos nos olhos – ator e espectador.
Uma obra tipicamente Beckettiana, escrita pouco tempo antes do seu primeiro texto para teatro, porventura premonitória do seu legado dramatúrgico.
Um ator, uma história e o público. Teatro na sua essência.

 

ORGANIZAÇÃO: Nariz, Teatro de grupo