Odeio a Minhã Irmã

No âmbito do festival Sinopse | TE-ATO

Data Hora
Qui 23 Jun 21:30
Público
M/6
Duração
40 min. (sem intervalo)

Odeio a Minhã Irmã

No âmbito do festival Sinopse | TE-ATO

“Odeio a Minha Irmã” é um espetáculo que, na verdade, se divide em duas performances com textos dramáticos do dramaturgo e encenador francês Sébastien Joanniez, para maiores de 6 anos.

Uma em que escutamos a voz da irmã mais velha e outra em que o protagonismo é entregue à mais nova. Dois monólogos (“Eu não Gosto da Minha Irmã” e “Eu Quero Ser a Mais Velha!”) contrastantes em que, recorrendo ao humor e uma linguagem muito inventiva, são traçados os retratos de duas personalidades fortes.

No entendimento de uma, o papel de irmã mais velha nem sempre é fácil. Por seu lado, a irmã mais nova reclama que nunca é levada a sério… “Eu odeio-a”, confessam as duas, mas nós compreendemos outra coisa: “eu amo-a”.

Os textos que estão na origem deste espetáculo serão publicados na editora moscaMORTA, projeto editorial da responsabilidade do Teatromosca, numa edição bilingue, com tradução para português assinada por Margarida Madeira, juntamente com outras duas peças francófonas, todas inéditas em Portugal: “Respirar (Doze Vezes)”, da dramaturga francesa Marie Suel; “Na Floresta Desaparecida”, do dramaturgo canadiano Olivier Sylvestre.

 

Ficha artística

Texto Sébastien Joanniez

Tradução Margarida Madeira

Criação Pedro Alves, Milene Fialho e Carolina Figueiredo

Interpretação: Milene Fialho e Carolina Figueiredo

Ilustração Alex Gozblau

Cenografia: Pedro Silva

Direção técnica e desenho de luz Carlos Arroja

Operação de luz e som Diogo Graça

Direção de produção Inês Oliveira

Produção executiva e fotografia Catarina Lobo

Produção teatromosca